Veja atualização dos casos em cada município da área de cobertura do G1.

Confira as últimas notícias sobre o coronavírus na região Hellen Souza/ Arte-G1 Donas das duas maiores populações carcerárias da região, Campinas (SP) e Hortolândia (SP) temem uma eventual propagação do novo coronavírus nas unidades prisionais - o que pode sobrecarregar a rede de saúde.

Detentos e servidores chegaram a testar positivo para Covid-19, mas já se curaram ou foram afastados das funções.

Diante disso, uma série de medidas de precaução está sendo tomada nesses locais. Números mostram que as quatro unidades de Hortolândia e uma das três de Campinas estão funcionando com a capacidade acima do limite, o que, devido às aglomerações nas celas, pode potenciar a disseminação do vírus. Nenhum detento desses municípios está com a Covid-19 atualmente, segundo a SAP.

No entanto, a administração confirmou que dois servidores de Campinas receberam diagnóstico positivo, mas já se recuperaram e retomaram as atividades.

Outros dois apresentam sintomas e estão afastados preventivamente, mas sem a confirmação da doença. Vale lembrar também que no último dia 12, onze detentos positivaram, um deles precisou ficar internado, mas todos estão curados. Já em Hortolândia, mais dois servidores estão infectados, sendo que um está em internação, e o outro se curou e retornou às atividades.

Outros três são considerados suspeitos e estão afastados. Casos de Covid-19 A região de Campinas contabiliza 3.213 casos positivos em 30 municípios da área de cobertura do G1 Campinas até a manhã deste domingo (31).

A exceção é Monte Alegre do Sul (SP).

Além disso, já foram registradas 152 mortes por Covid-19 em 19 cidades. MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas Veja o que é #FATO ou #FAKE sobre o coronavírus Indaiatuba vai distribuir máscaras A Secretaria de Saúde de Indaiatuba (SP) inicia, nesta segunda-feira (1º), uma ação permanente de orientação e prevenção sobre a Covid-19.

A medida vai aferir a temperatura da população e distribuir máscaras. A cidade foi dividida em sete regiões que serão atendidas conforme um cronograma.

Terminada a ação na última região, o trabalho é retomado desde o começo. Ações Aferição da temperatura; Esclarecimento de dúvidas sobre a Covid-19; Orientação sobre quais serviços acessar e em quais momentos; Distribuição de cartazes “USE MÁSCARA” nos estabelecimentos comerciais; Distribuição de máscaras. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Formas erradas e corretas de usar máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas.