Dos 108 leitos exclusivos para Covid-19 nas redes municipal e estadual neste sábado, apenas 9 estão livres.

Cidade prorrogou quarentena e adiou flexibilização para ampliar oferta de leitos.

Campinas (SP) atingiu 91% de ocupação de leitos de UTI exclusivos para pacientes Covid-19 pelo Sistema Único de Saúde (SUS) neste sábado (30).

Das 108 vagas disponíveis nas redes municipal e estadual, 99 estão com pacientes.

A pressão por leitos de alta complexidade fez com que o prefeito Jonas Donizette anunciasse pela manhã a prorrogação da quarentena por mais uma semana, e o adiamento da abertura do comércio para 8 de junho. Rede municipal: 59 leitos ocupados / 8 livres Rede estadual (HC e AME): 40 leitos ocupados / 1 livre Rede particular: 58 leitos ocupados / 31 livres Para tentar ampliar a oferta de leitos, Campinas vai atuar em duas frentes.

Na contratação de novos leitos com hospitais particulares, e na ampliação dentro da própria rede - nesse caso, o desafio passa pela contratação de pessoal especializado. O cenário de leitos de UTI para pacientes com o novo coronavírus é um pouco melhor na rede privada.

Das 89 vagas existentes atualmente, 58 (65%) estão ocupadas. MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil Coronavírus: veja perguntas e respostas Segundo o secretário de Saúde, Carmino de Souza, a prefeitura já negocia com a rede privada e tem a sinalização de abertura de mais leitos a partir desta semana.

"Conseguimos uma grande adesão, e esses números podem ser ajustados ao longo da semana", pontuou. Novos leitos de UTI previstos - contratação via rede privada Santa Casa: mais 5, podendo chega a 13; Casa de Saúde: mais 6, a partir de terça-feira (2); Samaritano: mais 3, a partir de quarta-feira (3); Hospital PUC: mais 13, até quarta-feira (3); Hospital Metropolitano: mais 15, contratação a ser definida; A programação de expansão de leitos é para as próximas duas semanas, incluindo um acréscimo nas redes municipal e estadual.

Serão mais 30 leitos no Hospital Municipal Mário Gatti - dez deles a partir de segunda -, além de outros 10 no AME e 18 no HC da Unicamp, que já foram habilitados pelo Ministério da Saúde e aguardam a contratação de profissionais. No caso da Rede Mário Gatti, há o estudo se haverá abertura de novo edital de contratação.

No último, destinado a 42 vagas para intensivistas, apenas 30 se candidataram e alguns desistiram antes de assumirem os plantões. Prefeito de Campinas (SP), Jonas Donizette, anuncia adiamento das medidas de flexibilização neste sábado (30/05) Fernanda Sunega/Prefeitura de Campinas Casos de Covid-19 Campinas (SP) confirmou mais 136 novos casos de Covid-19 entre moradores da cidade neste sábado (30), o maior volume em um único dia.

Com a atualização, a cidade passa a contar com 1.570 casos da doença, sendo que houve o registro de mais quatro mortes.

Até o momento, 73 pessoas morreram em virtude do novo coronavírus. Entenda algumas das expressões mais usadas na pandemia do covid-19 Erros e acertos no uso da máscara de proteção contra o coronavírus Arte/G1 Initial plugin text Veja mais notícias da região no G1 Campinas